Vontade de doce!

Olá! Interrompemos as publicações sobre o guia alimentar, para falar sobre um assunto muito pedido: VONTADE DE COMER DOCE!

Todo mundo quer saber como superar essa vontade louca de comer doce. E eu já começo dizendo que aqui você não vai ler NADA MILAGROSO. Não vou te indicar um chá e nem nenhuma feitiçaria.

Mas, algumas coisas podem elucidas sua cabeça. Vamos começar esclarecendo que nós não mais comemos apenas por estar com fome.

Além da fome, comemos por social, hábito e emocional. Você já reparou que comemos para comemorar, quando estamos tristes e até mesmo com tédio?

Um exercício legal é anotar o seu sentimento no momento em que der aquela vontade de comer doce. ANOTE! E, perceba qual sentimento e o que você pode fazer para mudar aquele acontecimento.

E se você notar que precisa de ajuda procure um tratamento interdisciplinar. Isso é, não só uma nutricionista, mas uma psicóloga também.

Vale ressaltar, que muitas pessoas se intitulam compulsivas (isso existe e é real, se for seu caso, siga a orientação anterior). Mas compulsão alimentar não é por um alimento específico, então não se enquadra em quem só não consegue evitar doce.

Preste atenção também, se você não está comendo apenas por estar disponível. Sabe aquele biscoitinho do café? Aquele aniversariante do mês – com bolo congelado comprado de última hora – risos. E aqui vai uma dica: Procure comer só quando achar que realmente vale à pena.

Outro ponto importantíssimo é o autoconhecimento. Encontre SEU MOTIVO para não querer comer o doce. Seja saúde, seja emagrecimento ou performance. O Importante é que SEJA SEU.

Além disso, é só se conhecendo bem que você vai saber se vale à pena alternativas, como doce saudáveis (aqui vale alertas, vou falar logo mais).

Só você sabe se o chocolate 70% ou aquela receitinha vai sanar essa vontade. Por que se não for, e você comer um monte de coisas ditas saudáveis e depois ainda querer comer aquele chocolate ou doce “normal”, não adianta, concorda?

Nesses casos, é melhor ir comer e ponto, voltar para sua alimentação proposta. Percebe que SÓ VOCÊ pode saber o que funciona?

No entanto, aqui vão alguns pontos de atenção!

Saiba identificar se o doce/chocolate só tem ingredientes do bem.

E se você quer ser saudável ou emagrecer, não troque uma refeição por alguma receitinha. Receitinha tem hora e lugar e uma boa dose de bom senso no consumo. Consumir receitinhas em excesso, além de atrapalhar o emagrecimento, pode confundir o cérebro com o gosto adocicado e o desejo por doces exacerbado nunca sumir.

Ademais, o açúcar é altamente viciante. Então é importante saber ler os rótulos para consumir açúcar só quando realmente queremos. Você sabia que até alguns molhos de tomate, pães integrais levam açúcar?

Por fim, um pensamento que sempre me ajudou: ESTA NÃO É A ÚLTIMA OPORTUNIDADE QUE TEREI PARA COMER. E acredite, não é mesmo! Está tudo bem, você não precisa comer tudo agora, você pode comer depois!

Se você gostou do conteúdo, acredito que você vai gostar desse texto também:

Doces sim ou não.

Não deixe me seguir no instagram: @letmcosta

Até o próximo post!

Anúncios

OBJETIVOS

 

Você certamente tem objetivos. Seja meta de emagrecimento, meta profissional ou meta acadêmica. Mas muitas pessoas não conseguem atingir seus objetivos gerando um grande sentimento de frustração. E por que isso acontece?

Eu já me perguntei isso diversas vezes e cheguei a algumas conclusões. Alguns pontos ajudam a entender o porquê esses objetivos não são alcançados.

– CRENÇA:

Você pode ter alguma crença antiga que te impeça de acreditar que você é capaz de conseguir. Nesse caso, você tem que procurar ajuda psicológica e realmente QUERER fazer esse tratamento, levá-lo a sério.

-VITIMIZAÇÃO:

Saia do papel de vítima. Vítimas não vencem. Assuma o protagonismo e a auto-responsabilidade. Situações ruins vão acontecer com todo mundo, a melhor forma de lidar com isso, é assumindo o protagonismo e fazendo o melhor dentro daquela situação.

-ORGANIZAÇÃO:

Se você tem um objetivo, você tem que começar a se perguntar e programar como atingi-lo. Exemplo: Passar no vestibular. Como? Estudando. Como? Acordando 1h mais cedo para estudar. Com que material? Separando materiais gratuitos no YouTube.

-DESEJO:

Por fim, não menos importante. Conheça-te a ti mesmo!

Exemplo: você realmente quer emagrecer? Quer abrir mão daquele doce todo final de semana, quer deixar de ir no happy hour para ir treinar, quer dormir mais cedo?

Exemplo 2: Você realmente quer mudar de emprego? Você se qualifica para isso?Você se programa financeiramente para trocar de profissão? Você está disposto a diminuir sua renda (pelo menos por um período)?

Além disso, você já parou para pensar no seu mais intimo: POR QUE VOCÊ QUER AQUELE OBJETIVO?

Às vezes você arranja uma porção de desculpas, é desorganizado pelo simples fato desde não ser o seu objetivo e sim, de outros (da sua mãe, do seu companheiro (a), da sociedade).

E por isso que neste blog falamos tanto sobre autoconhecimento. Eu mesma já passei por isso. Achava que o sonho e o objetivo da minha vida era passar num concurso público. Eu ficava horas sentada, 7h,8h e até 12h sentada “estudando”. E o estudo não rendia. Depois de um tempo, eu percebi que não conseguia, porque aquele não era o meu objetivo pessoal, os motivos de passar no concurso não me convenciam, eram objetivos e motivos de outras pessoas. Então não me sinto desistente ou perdedora por isso, eu só DESPERTEI e segui meu caminho.

DESPERTE, ACORDAR NÃO É SUFICIENTE!

Gostou? Não deixe de comentar! E aproveite e me siga no instagram: @leticia.mcf

Como começar

O primeiro passo para a mudança de hábitos pode ser o mais difícil. Pensando nisso, reuni alguns comportamentos que o ajudarão a virar a chave.
1º – INSISTA! O inicio vai ser difícil mesmo. Alguns estudos dizem que para mudar um hábito precisamos de pelo menos 21 dias. Então, insista! Seja no novo plano alimentar, seja no exercício físico. Comece e insista por pelo menos esse período, até que sua mente não faça mais um esforço tremendo para aquela atividade.
2º – ORGANIZAÇÃO. A organização vai te ajudar a ter clareza nos seus horários e compromissos e dessa forma não faltar sua atividade física e sair menos do seu plano alimentar.
E aqui vão duas dicas dentro do tópico organização, tenha um calendário semanal. Nele você vai anotar seus compromissos e depois os horários do seu treino. Assim, terá menos chances de deixar a rotina e seus hábitos antigos te levarem e o sentimento de frustração tomar conta.
E sabe aquela idéia de congelar comida, que todo mundo fala? Então, pois é. Ela funciona. Faça isso. Tire um dia da semana para fazer uns congelados e preparar marmitas.
3º- ENVOLVA FAMÍLIA E AMIGOS. Em grupo, fica mais fácil. Faça-os entender que é em prol de um bem maior e de sua saúde, e que você quer isso para eles também.
4º- DURMA MAIS. Durma mais cedo e mais tempo. Você vai perceber que estar mais descansado, além de ser ótimo para o seu fisiológico, vai também vai ser excelente para o seu mental. Vai te deixar mais feliz, menos estressado e aquele sentimento de jogar tudo para o alto não vai existir.
5º – ROTINA MAIS ATIVA. Vivemos em um mundo onde quase não nos movimentamos. Então tente andar mais, usar mais as escadas, e ter momentos de lazer em movimento.
Por fim, vá devagar. Comece aos poucos. Trace metas alcançáveis. Insista, se organize, envolva a família, descanse e se movimente. Mas não exija de você, mais do que você pode dar.
Tem dificuldade de treinar todos os dias? Se organize para treinar três vezes na semana.
Tem dificuldade de fazer marmitas para a semana toda? Comece fazendo para dois dias.
Não consegue tirar o açúcar do café? Comece diminuindo a quantidade.
Não se martirize e comemore cada pequena vitória. Uma pequena vitória, favorecem outras pequenas vitórias, até que elas se tornam grandes. Um passo de cada vez e devagar e sempre.

Gostou das dicas? Te aconselho a ler outros posts aqui no blog: Comece pelo básico, dicas para manter o foco e sobre ler rótulos. LEIA!!!! Se interesse, pesquise e tire você mesmo suas conclusões, se ENVOLVA.

Posto mais dicas do meu dia a dia no instagram, me segue por lá @leticia.mcf.

E se você gostou ou quer ler sobre outro assunto, deixe seu comentário!

Enxergue os 90%

Já ouviu falar que as atitudes que você leva diante da sua vida, a ditam?

Por muitas vezes estamos insatisfeitos e enxergamos apenas o que há de ruim.  Mas você já pensou em enxergar o copo cheio? Você já pensou em ditar as regras da sua vida?

Desde a sua postura corporal, aos seus hábitos, as suas atitudes, trilham o rumo da sua vida. Permita que você seja o comandante.

Quando algo não estiver bom ou satisfatório, enxergue os outros 90% da situação, apenas 10% são o problema. Faça o melhor que você puder, dentro das suas condições.

Grave isso, e leve com você. Vai evitar você não fazer nada só porque as condições não são perfeitas. E sabe quando elas são perfeitas? NUNCA.

Seu professor não é tão bom quanto você imaginava? Isso é 10%!! Os 90% são que você tem acesso a faculdade, acesso a material didático e tempo para estudar.

Você só consegue 30 minutos para treinar por dia? Isso é 10%!! Os outros 90% são que você sabe da importância do exercício, são que você tem saúde para se exercitar, são que você sabe se organizar e usar seus 30 minutos.

Tudo o que você faz, vai emanar uma energia e essa energia voltará para você. Tenha atitudes e posturas positivas, sonhe e realize. Escreva seus sonhos e suas metas em um papel e olhe todo dia ao acordar.

Não desconfie apenas teste.

Imagine seu futuro e trace o que você precisa para alcançá-lo. Toda vez que o cansaço bater, que o desanimo chegar, imagine o seu futuro. E lembre-se que o desanimo são só 10%.

A chave para o sucesso é começar antes de estar pronto. E seja generoso consigo mesmo e comemore cada pequena vitória, pois basta uma série de pequenas vitórias para você transformar a sua vida.  

Acompanhe mais no instagram, basta clicar aqui!