O papel do nutricionista

Qual o papel do nutricionista?

Hoje vamos falar sobre o trabalho do nutricionista. Por óbvio, o nutricionista tem como missão, a PROMOÇÃO DA SAÚDE. Todas as suas atitudes devem ser pautadas, visando esse objetivo.

Mas o que isso significa? Promover a saúde é diluir informações concretas sobre hábitos saudáveis e estimular o bem-estar.

No âmbito do consultório, promover a saúde, também significa GERAR AUTONOMIA no seu cliente (aqui uso a nomenclatura cliente, pois paciente remete a doente.).

Gerar autonomia, é ensinar o caminho das pedras, é fazer seu cliente saber fazer escolhas conscientes na alimentação.

Afinal, olhar uma lista/cardápio/pedaço de papel PARA SEMPRE, em toda alimentação, também não é saudável. É necessário criar essa autonomia no cliente, para que depois, ele próprio possa fazer suas escolhas.

O próprio código do nutricionista destaca o compromisso social e o papel educador dos nutricionistas. Nesse mesmo sentido, o Guia Alimentar elaborado pelo ministério da saúde, atua ampliando a autonomia nas escolhas alimentares da população.

Afinal, o acesso a informações confiáveis sobre características e determinantes da alimentação adequada e saudável contribui para que pessoas, famílias e comunidades ampliem a autonomia para fazer escolhas alimentares e para que exijam o cumprimento do direito humano à alimentação adequada e saudável.

Esse assunto gera diversos desdobramentos, inclusive aquele que vislumbra o campo da nutrição comportamental. Diversas pessoas desenvolvem relações doentias com a comida e fobia de nutricionistas. Esse não é nosso papel, nosso papel não é te proibir comer tal alimento ou te fazer pesar a comida para sempre, nosso papel é te preparar para você fazer as melhores escolhas, para você CONSCIENTEMENTE escolher o que quer comer e o que quer servir para sua família.

É um pouco do que penso a respeito do papel/função do nutricionista e apesar de ser um assunto amplo, hoje quis só trazer essa reflexão.

 Para acompanhar mais dicas, me siga também no instagram @letmcosta.

 Até o post de semana que vem 😉

Anúncios

Como começar

O primeiro passo para a mudança de hábitos pode ser o mais difícil. Pensando nisso, reuni alguns comportamentos que o ajudarão a virar a chave.
1º – INSISTA! O inicio vai ser difícil mesmo. Alguns estudos dizem que para mudar um hábito precisamos de pelo menos 21 dias. Então, insista! Seja no novo plano alimentar, seja no exercício físico. Comece e insista por pelo menos esse período, até que sua mente não faça mais um esforço tremendo para aquela atividade.
2º – ORGANIZAÇÃO. A organização vai te ajudar a ter clareza nos seus horários e compromissos e dessa forma não faltar sua atividade física e sair menos do seu plano alimentar.
E aqui vão duas dicas dentro do tópico organização, tenha um calendário semanal. Nele você vai anotar seus compromissos e depois os horários do seu treino. Assim, terá menos chances de deixar a rotina e seus hábitos antigos te levarem e o sentimento de frustração tomar conta.
E sabe aquela idéia de congelar comida, que todo mundo fala? Então, pois é. Ela funciona. Faça isso. Tire um dia da semana para fazer uns congelados e preparar marmitas.
3º- ENVOLVA FAMÍLIA E AMIGOS. Em grupo, fica mais fácil. Faça-os entender que é em prol de um bem maior e de sua saúde, e que você quer isso para eles também.
4º- DURMA MAIS. Durma mais cedo e mais tempo. Você vai perceber que estar mais descansado, além de ser ótimo para o seu fisiológico, vai também vai ser excelente para o seu mental. Vai te deixar mais feliz, menos estressado e aquele sentimento de jogar tudo para o alto não vai existir.
5º – ROTINA MAIS ATIVA. Vivemos em um mundo onde quase não nos movimentamos. Então tente andar mais, usar mais as escadas, e ter momentos de lazer em movimento.
Por fim, vá devagar. Comece aos poucos. Trace metas alcançáveis. Insista, se organize, envolva a família, descanse e se movimente. Mas não exija de você, mais do que você pode dar.
Tem dificuldade de treinar todos os dias? Se organize para treinar três vezes na semana.
Tem dificuldade de fazer marmitas para a semana toda? Comece fazendo para dois dias.
Não consegue tirar o açúcar do café? Comece diminuindo a quantidade.
Não se martirize e comemore cada pequena vitória. Uma pequena vitória, favorecem outras pequenas vitórias, até que elas se tornam grandes. Um passo de cada vez e devagar e sempre.

Gostou das dicas? Te aconselho a ler outros posts aqui no blog: Comece pelo básico, dicas para manter o foco e sobre ler rótulos. LEIA!!!! Se interesse, pesquise e tire você mesmo suas conclusões, se ENVOLVA.

Posto mais dicas do meu dia a dia no instagram, me segue por lá @leticia.mcf.

E se você gostou ou quer ler sobre outro assunto, deixe seu comentário!