OBJETIVOS

 

Você certamente tem objetivos. Seja meta de emagrecimento, meta profissional ou meta acadêmica. Mas muitas pessoas não conseguem atingir seus objetivos gerando um grande sentimento de frustração. E por que isso acontece?

Eu já me perguntei isso diversas vezes e cheguei a algumas conclusões. Alguns pontos ajudam a entender o porquê esses objetivos não são alcançados.

– CRENÇA:

Você pode ter alguma crença antiga que te impeça de acreditar que você é capaz de conseguir. Nesse caso, você tem que procurar ajuda psicológica e realmente QUERER fazer esse tratamento, levá-lo a sério.

-VITIMIZAÇÃO:

Saia do papel de vítima. Vítimas não vencem. Assuma o protagonismo e a auto-responsabilidade. Situações ruins vão acontecer com todo mundo, a melhor forma de lidar com isso, é assumindo o protagonismo e fazendo o melhor dentro daquela situação.

-ORGANIZAÇÃO:

Se você tem um objetivo, você tem que começar a se perguntar e programar como atingi-lo. Exemplo: Passar no vestibular. Como? Estudando. Como? Acordando 1h mais cedo para estudar. Com que material? Separando materiais gratuitos no YouTube.

-DESEJO:

Por fim, não menos importante. Conheça-te a ti mesmo!

Exemplo: você realmente quer emagrecer? Quer abrir mão daquele doce todo final de semana, quer deixar de ir no happy hour para ir treinar, quer dormir mais cedo?

Exemplo 2: Você realmente quer mudar de emprego? Você se qualifica para isso?Você se programa financeiramente para trocar de profissão? Você está disposto a diminuir sua renda (pelo menos por um período)?

Além disso, você já parou para pensar no seu mais intimo: POR QUE VOCÊ QUER AQUELE OBJETIVO?

Às vezes você arranja uma porção de desculpas, é desorganizado pelo simples fato desde não ser o seu objetivo e sim, de outros (da sua mãe, do seu companheiro (a), da sociedade).

E por isso que neste blog falamos tanto sobre autoconhecimento. Eu mesma já passei por isso. Achava que o sonho e o objetivo da minha vida era passar num concurso público. Eu ficava horas sentada, 7h,8h e até 12h sentada “estudando”. E o estudo não rendia. Depois de um tempo, eu percebi que não conseguia, porque aquele não era o meu objetivo pessoal, os motivos de passar no concurso não me convenciam, eram objetivos e motivos de outras pessoas. Então não me sinto desistente ou perdedora por isso, eu só DESPERTEI e segui meu caminho.

DESPERTE, ACORDAR NÃO É SUFICIENTE!

Gostou? Não deixe de comentar! E aproveite e me siga no instagram: @leticia.mcf

Anúncios